domingo, 18 de abril de 2010

CUBISMO

                                                     CUBISMO ARQUITETURA

     O cubismo foi uma revolução estética para a arte ocidental. O movimento cubista começou em 1907 e ganhou esse nome porque retratava na estrutura das figuras humanas e de objetos, formas geométricas, como cubos e cilindros. Seus principais focos de resistência foram as artes decorativas e arquitetura do século XX.
     O cubismo rompeu com várias características da arquitetura renascentista, com a continuidade espacial, com a aproximação do interior e exterior e com a associação espaço-tempo. Inovou e radicalizou uma forma de expressão arquitetônica. A influência cubista contribuiu imensamente para a evolução da arquitetura mundial.


Pavillon Suisse, construção de Le Corbusier de 1932, em Paris. Fontes das imagens: http://www.galinsky.com/. Acesso em: Abril 2010












                                                                       HISTÓRIA CUBISMO

       O Cubismo ocorreu entre 1907 e 1914, tendo como principais fundadores Pablo Picasso e Georges Braque.
       Nele tratava as formas da natureza por meio de figuras geométricas, representando todas as partes de um objeto no mesmo plano. A representação do mundo passava a não ter nenhum compromisso com a aparência real das coisas.
Historicamente o Cubismo se dividiu em duas fases: Cubismo analítico e Cubismo Sintético
      Analítico,também conhecido como Zaughne até 1912, onde a cor se reduz aos tons de castanho, cinza e bege, era moderada e as formas eram predominantemente geométricas e desestruturadas pelo desmembramento de suas partes equivalentes, ocorrendo, desta forma, a necessidade de não somente apreciar a obra, mas também de decifra-la, entender seu significado.

                               
Amadeo de Souza-Cardoso. Fonte: www.bemhaja.com/bemhaja/images/amadeo.jpg. Acesso em, Abril/2010
       
      A partir de 1912, surge o Cubismo Sintético, onde as cores eram mais fortes e as formas tentavam tornar as figuras novamente reconhecíveis através de colagens realizadas com letras, palavras, números, pedaços de madeira, vidro, metal, até objetos inteiros nas pinturas e com pequenas partes de jornal. Também reagindo à excessiva fragmentação dos objetos e à destruição de sua estrutura. Basicamente, essa tendência procurou tornar as figuras novamente reconhecíveis. Essa inovação pode ser explicada pela intenção dos artistas em criar efeitos plásticos e de ultrapassar os limites das sensações visuais que a pintura sugere, despertando também no observador as sensações táteis.

Três Músicos obra de Pablo Picasso. Fonte:www.enciclopedia.com.pt/articles.php?article. Acesso em Abril 2010.

                                                                                                                                      Dica livro: Picasso autor Gilles Plazy

    Principal escultura "O CAVALO" de Duchamp-Villon ele é considerado um dos primeiros escultores cubistas e realizou uma tentativa de conceituação da escultura cubista, relacionando-a à arquitetura.

A peça em bronze "O Cavalo", com seu efeito dinâmico, é um bom exemplo de sua obra, o artista sintetiza o cruzamento de um cavalo, símbolo de poder, com uma peça de maquinaria. As curvas e a forma de um casco na base assemelham-se às formas do animal, ao passo que os elementos angulares se parecem com equipamento industrial.

O Cavalo de Duchamp-Villon. Acesso: Abril 2010. 

Postado por: Luana Jung

4 comentários:

safi disse...

http://www.archoogle.blogspot.com/

Podemos resaltar também que o cubismo teve influencia na França, Europa, EUA, Portugal e no Brasil. Neste somente após a Semana de Arte Moderna de 1922. Mas não se encontra artistas com características exclusivamente cubistas no Brasil. influências do cubismo podem ser observadas em parte dos artistas reunidos no modernismo de 1922, (na famosa semana de 22) em alguns trabalhos de Vicente do Re O fim do movimento cubista deve-se à eclosão da Primeira Guerra Mundial, em agosto de 1914. Não obstante, pelas suas características abstratas, foi bastante adaptável, inspirando movimentos como o futurismo, o orfismo, o purismo e o vorticismo.

(Safira)

julio cezar disse...

esse movimento artístico tem um dos principais artistas como fundadores Pablo Picasso.
tratava as formas da natureza por meio de figuras geométricas, representando todas as partes de um objeto no mesmo plano.

Archoogle disse...

Olaa colegas
Como participação posso destacar que o Cubismo foi na maioria das vezes representado por formas geométricas pode se dizer puras, como cubos e cilindros A arte cubista,rompeu totalmente com os padrões estéticos que adotavam a perfeição das formas na busca da imagem realista da natureza.Como foi destacado em sala pela professora Márcia Moreno, este movimento deixa de lado a perspectiva e faz apartir de uma tela plana o surgimento de uma quarta dimensão.Foi neste movimento tambem, que o claro-escuro ter perdido a sua função.

Parabens pelo blog, conseguiram mostrar com simplicidade esses fatos importântes para um bom
projeto.

POr: Mariely de Mello

alexandre_matiello disse...

Há controvérias quanto à classificação de Le Corbusier dentro do Cubismo. Seria melhor problematizar um pouco.

Postar um comentário