domingo, 18 de abril de 2010

Futurismo


O Futurismo é um movimento artístico e literário, que surgiu oficialmente em 20 de fevereiro de 1909 com a publicação do manifesto Futurista, pelo poeta italiano Filippo Marinetti, no jornal francês Le Figaro.

                              

Os adaptos do movimento rejeitavam o moralismo e o passado e suas obras baseavam-se fortemente na velocidade e nos desenvolvimentos tecnológicos do final do século XIX. Os primeiros futuristas europeus exaltavam também a guerra e a violência, eles acreditavam que as guerras era uma forma de higienizar o mundo. O artista futurista não está interessado em pintar um automóvel mas sim captar a forma plástica e a velocidade descrita pelo elemento no espaço. Como podemos visualizar na imagem abaixo:


automovel + Velocidade + luz. De Giacomo Balla.


No primeiro manifesto futurista de 1909, o slogan era " Les mots en liberté " (liberdade para as palavras) e levava em consideração o design tipográfico da época, especialmente em jornais e propagandas.
 

                                        

Nesta obra de Marinetti, percebemos a liberdade e desconstrução tipográficas - desiquilibrio de tamanhos, formas e posição das letras e das palavras, criando uma composição tipográfica livre, mas com o intuito de sempre expressar algo, neste caso sua manifestação contra a uma sociedade tradicional da época. 
Uma das propostas do futurismo foi a divisão de cor. Os futuristas aspiram à captação de um instante preciso na tela, uma soma de momentos que em conjunto constroem uma ação.

Influência do Futurismo Nos dias atuais:

Os futuristas tiveram uma enorme influência particularmente sobre a cinética e a atual pop arte.  Até então ninguém além dos futuristas tinham dado atenção para os ruidos do mundo caótico que emergia das grande metrópoles modernas. Os efeitos estéticos da iluminação feérica, o movimento, o barulho das maquinas, o movimento dos trens, do aeroplano, dos arranha-céus, o corre-corre das multidões, eram motivos para inspiração. Pode-se afirmar que o futurismo colocou a estética como uma das preocupações principais, tanto é que os bens de consumo, os automóveis (especialmente), telefones e outros procuram conciliar gradativamente uma utilidade e funcionalidade com beleza, ao ponto de nos dias de hoje o público extasiar-se esteticamente numa exposição de carros, mas poucas vezes numa galeria de artes plásticas, por exemplo.

Influências do futurismo nos dias de hoje:

Carros:






Bicicletas:



Telefones:




E na Arquitetura:








Objeto Futurista:
Nosso objeto foi baseado nos princípios futuristas, que se caracterizam pelo movimento, dinâmica, fluidez, irregularidade e tons pastéis.
A escolha da fixação do objeto no corredor foi pelo motivo de ser um lugar de passagem, onde o fluxo de pessoas é constante e isso ajuda a caracterizar a idéia de movimento, o objeto foi preso nos tubos de fiação elétrica, valorizando a estrutura aparente, dando personalidade ao lugar.


Fonte: Suelen Barro.





Alguns videos:






Postado por: Suelen Barro











2 comentários:

safi disse...

O futurismo no Brasil, teve uma grande influência na produção artística de artistas ligados ao movimento modernista. Anitta Malfatti e Oswald de Andrade entraram em contato com Marinetti e seu Manifesta Futurista. Muitas idéias e conceitos futuristas foram incorporados às obras destes modernistas brasileiros. Pode-se observar estas influências na Semana de Arte Moderna de 1922.

(Safira)

julio cezar disse...

Esse movimento desenvolveu-se em todas as artes e influenciou diversos artistas que depois fundaram outros movimentos modernistas, e tambem os primeiros futuristas europeus também exaltavam a guerra e a violência

Postar um comentário